sexta-feira, 6 de maio de 2016

Comparativos e superlativos

Quando queremos comparar duas coisas precisamos usar os comparativos, que em português têm a seguinte estructura:
X é mais ______ (do) que Y.
A minha casa é mais colorida (do) que a do meu vizinho.
Eu sou mais alta (do) que minha amiga.
Esse exercício é mais fácil (do) que o anterior.
X é menos ________ (do) que Y. 
Eu sou menos extrovertida (do) que minha amiga.
Aquele carro é menos potente (do) que o outro carro.
Essa notícia é menos interessante (do) que a de ontem.

Quando queremos dizer que algo é superior ou inferior ao resto, usamos o superlativo com a seguinte estructura:
X é o/a mais__________.
Minha casa é a mais antiga da rua.
Eu sou a mais alta de todos na minha casa.
Esse exercício é o mais difícil de todos.
X é o/a menos ________.
Ele é o menos extrovertido de todos.
Meu carro é o que dá menos problemas.
Eles são os menos responsáveis de todos.

Agora, um detalhe muito importante são os adjetivos com forma irregular, que não levam "mais" nem "menos", e só acontecem nos seguintes adjectivos:

Grande: 
Comparativo: Maior que
Superlativo: O maior
Pequeno: 
Comparativo: Menor que
Superlativo: O menor
Bom: 
Comparativo: Melhor que
Superlativo: O melhor
Ruim: 
Comparativo: Pior que
Superlativo: O pior


Isso significa que, para comparar idades, não usamos maior, mas sim velho/a. (Ex: Meu primo mais velho / Eu sou mais velha que você). Já no caso de inferioridade de idade, usamos novo/a. (Ex: Meu primo mais novo / Eu sou mais nova que você)