sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Verbos compostos

Estes verbos são bem diferentes dos verbos compostos espanhóis.

Os verbos, ou tempos, compostos são formas verbais constituídas de dois verbos seguidos: um verbo auxiliar (conjugado no tempo da ação) e um verbo principal (conjugado no particípio passado). Vejamos alguns exemplos de como funcionam esses verbos:

Quando o Zé chegou, eu já tinha escrito a carta.


Quando o Zé chegar, eu já terei escrito a carta.


Eu teria escrito a carta quando o Zé tivesse chegado.


Duvido de que ele tenha escrito a carta.


Quando (tu) tiveres escrito a carta, o Zé poderá entrar.


Estes verbos compostos se referem a uma ação já terminada, baseada em um ponto de referência que pode ser passado ou futuro. Somente existe uma exceção - o verbo conjugado no pretérito perfeito do indicativo. Este exprime uma ação habitual que ocupa um intervalo de tempo no passado, mas que já foi concluído no presente. Vejamos um exemplo:

O Zé tem escrito muitas cartas.


Os tempos compostos com ter e haver são usados para voz ativa, enquanto o verbo ser é usado para voz passiva. Vale lembrar que todos os verbos auxiliares podem formar um verbo composto.